Asrock X299 OC Formula & i7 7820X

asrock233

O Nosso amigo Darknight resolveu testar a sua mais recente aquisição, um Intel i7 7820X e uma motherboard Asrock X299 OC Formula.

Asrock X299 OC Formula

 

 

A Intel introduziu no mercado a sua linha de CPUs para a sua nova plataforma High End.
A sua linha de processadores, actual conta com modelos I5 , I7 e i9.
Abaixo fica uma pequena tabela dos modelos actuais e respectivas diferenças de Cores e clocks.

Começando nos Quad-cores sem HT ( hyperthreading) , até ao mais recente lançado, o 7980XE de 18 cores e 36 Threads.

A plataforma X299 , suporta Dual-channel e Quad-channel.

Sendo que o i5 7640X e i7 7740X apenas suportam Dual-channel , ambos com codename Kaby lake -X

Todos os restantes teem codename skylake-X e suporte Quad-channel.

Este novo socket veio para substituir os anteriores Broadwell-E , socket LGA 2011-3 com chipset X99. Até aqui a intel não tinha inserido a serie i5 na sua plataforma mais alta.

A introdução de Cpus quad-core neste socket, não tem muita lógica (opinião pessoal) , uma vez que tínhamos o mesmo no socket LGA 1151 com os Kaby Lake , 7600K e 7700K.

No entanto são Cpus bastante engraçados para Overclock, capazes de melhores Overclocks que os 7700K por exemplo.

Voltando á Asrock X299 OC Formula.

Esta board é a versão mais virada para Overclock Extremo
Contem opções e funcionalidades próprias, para a prática e melhoramento no Overclock extremo, isto é, a temperaturas negativas e altas voltagens.

Embalagem

 

 

Na caixa é possível ver logo algumas features desta motherboard

 

Destacar logo de inicio que conta apenas com 4 slots DDR4 para o Quad-channel, ao contrario da maioria que conta com 8 slots.
Isto torna o suporte e overclock de memorias com velocidades elevadas mais fácil e melhor.

Por outro lado uma limitação em futuros upgrades.

DSCN2057 (Medium)

PCB todo preto conta com 13 phases de alimentação , mais 2 phases para as memorias .
O sistema de arrefecimento dos VRMs , foi alterado em relação á sample de apresentação.
Conta agora com dissipadores melhores e um heat pipe para arrefecer melhor os VRMs.
A alimentação é feita através de 8+4pin, sendo os 4 opcional. ( mas para uma melhor estabilidade e melhor Overclock, é aconselhável ocupar todas as ligações.)

Tal como foi dito acima de ser um modelo virado para overclock, no PCB veem incluídos vários botões.
Reset , Restart , Slowmode , LN2 , bem como os switchs para ligar/desligar as PCI-E.

DSCN2050 (Medium)

Em termos de PCI-E , a OC Formula vem com 5 Slots PCI-E , capaz de 4-way SLI / 4Way -CFX
No entanto as velocidades dos PCI-E , são diferentes consoante o numero de gráficas utilizado.
Tem haver também com o processador montado e o seu numero de PCI lanes, uma vez que há diferenças entre os vários modelos de processadores.

Sem Título-4 (Medium)

PCIs asrock (Medium)

No PCB contamos ainda com 2 slots Ultra M.2 para SSD do tipo M.2

DualM2-SSD-X299 OC Formula (Medium)

Uma porta USB 3.1 Gen 2 Type-C directamente no PCB , ligação USB 3.1 Gen 1 para ligar na frontal da caixa.
Para storage contamos com 6 saídas Sata 3 6Gb/s , mais 2 Sata 3 6Gb/s controladas pelo ASMedia ASM1061.
A nível de Som vem com o Codec Realtek ALC1150 e dois amplificadores TI® NE5532 .

Não podia deixar de ter as ligações RGB.
2 ligações RGB para ligarem as vossas fitas led RGB ou qualquer outro acessório compatível.

leds RGB (Medium)

Nas conexões traseiras, encontramos as seguintes saídas.

DSCN2056 (Medium)

I-O asrock (Medium)

Em acessórios vem incluídos os manuais de utilizador, varias Bridges para SLI , cabos SATA , espelho i/o e um backplate.

acessorios (Medium)

BIOS

 

CLCtaM1

Overclock

 

 

Para os nossos testes foi utilizado um skylake-X i7 7820X.
Um CPU de 8 cores com 16 Threads.
Velocidade original de 3.6Ghz com turbo até aos 4.3Ghz , chegando ainda a 4.5Ghz no Turbo 3.0 , quando a aplicação apenas usa um único core.
No entanto foi feito um Overclock ao mesmo.

Já que falamos em Overclock, vale a pena relembrar que estes CPUs têm um TDP elevado ( 140W ) , o que faz aquecer bastante.

Aliado a isso temos a pasta térmica original usada pela Intel, que deixa muito a desejar e a limitar a utilização destes CPUs fora das velocidades originais.
Embora seja uma board especifica para altos Overclocks, cada processador é diferente de outro e neste 7820X consegui-se chegar aos 5Ghz mas sem estabilidade possível para completar os benchmarks, com a temperatura a passar dos 105ºC e o cpu a fazer throttling.
Foi então achado um clock que utiliza-se uma voltagem aceitável e uma temperatura dentro de valores mais normais.
Chegou-se a dois clocks aceitáveis , 4700MHz e 4800Mhz.
No entanto em ambos os casos as temperaturas em full load atingia os 100ºC , isto num sistema Watercooling costum loop.
Ao atingir essas temperaturas o CPUs automaticamente baixa o clock / voltagem de forma a tentar manter e/ou baixar as temperaturas, caso essa opção seja desactivada na bios, o PC simplesmente Crasha ou dá o mítico Blue Screen.
Manteve-se então o clock de 4.7Ghz no 7820x , com uma voltagem de 1.2V.
Mas como já muitos ouviram falar em fazer “delid“, não podia deixar de fazer e testar algumas diferenças.

O delid trata-se de “abrir” o CPU , descolando o IHS do PCB. ( este processo invalida a garantia e pode danificar o CPU, sem recuperação) .

Ao trocar a pasta térmica original do CPU por outra de melhor condutividade térmica ( foi utilizado a Liquid Pro ), a passagem da temperatura do Die para o IHS será melhor.
Atenção que estas pastas de “metal liquido” são condutoras de electricidade, qualquer contacto com algum componente pode original queimar algo.

(O delid deve ser feito por quem tenha algum à vontade com a situação e sempre bem feito utilizando os acessórios mais adequados.)

delid 3 (Medium)

Feito o Delid, fizemos novos teste de estabilidade, não ganhando muito na velocidade de overclock mas já foi possível fazer os benchs a 5.0Ghz, as temperaturas atingiram novamente os 100ºC , mas mantiveram a estabilidade do CPU, o que anteriormente era impossível .
Não sendo os 5Ghz o mais aconselhável , fomos verificar as diferenças na velocidade de 4700mhz.
As temperaturas baixaram dos cerca de 100ºC para os 75/80ºC , conseguimos também baixar o vcore para 1.18v uma vez que não atinge tanta temperatura é mais fácil estabilizar com voltagens mais baixas.
Outros parâmetros foram alterados como por exemplo o Mesh , digamos que é o antigo Ring/uncore/cache.
Por defeito vem a 2400Mhz , foi alterado para 3200Mhz.
Isto ajuda na comunicação e transferência de dados, entre o CPU e as memórias.
Quanto mais alto melhor , mas tudo tem um senão , mesh elevados precisam de mais voltagem , logo mais aquecimento dentro do CPU.
Stressam mais o cpu e controlador, logo dificulta o Overclock no CPU com em clocks mais altos e ao mesmo tempo na utilização de memorias também mais rápidas.
Valores como 3000/3200Mhz serão os mais recomendados para uso diário, havendo muitas situações que não faz qualquer diferença para a velocidade padrão de 2400mhz.

As memorias também facilmente metemos a 4000Mhz.
Relembrar que o kit utilizado são umas Gskill Trident Z 4x8Gb 3600Mhz CL16 RGB.
Utilizar em modo XMP foi preciso apenas activar na bios.
Sabendo que se trata de memorias que utilizam chips samsung B-die, sabemos á partida que a probabilidade de Overclock é mais alta que outros chips.
Metendo apenas a velocidade nas bios em 4000Mhz , alterando os timings para 17-17-17-37 com o command rate de 1T , subindo a voltagem para 1.38/1.39V , e foi isto , simples.
Ainda testei outros timings como CL16 , e até mesmo CL12 em voltagens de 1.9V , tudo possível até mesmo velocidades de 4133Mhz , mas isso fica para outra analise ás ditas Gskill.

PC Utilizado 

 

 

CPU – 7820X @ 4700Mhz
RAM – Gskill Trident Z 3600Mhz CL16 RGB ( 4x8GB) / Overclock 4000MHz CL17
Board – Asrock X299 OC Formula
Gráfica – Evga 1080 FTW
SSD – Samsung 850 Evo 250Gb
Fonte – Seasonic 850W
OS – Windows 10 64Bits

Benchmarks

 

 

Abaixo alguns dos testes efectuados.
Futuramente irá sendo actualizados à medida que vai havendo mais testes.

cine (Medium)

 

Antes de concluir fica apenas um breve “coming soon”.
Depois de alguns contra-tempos com a pasta térmica utilizada no overclock em LN2 , brevemente algumas novidades deste 7820X usado debaixo de Nitrogénio liquido a -196ºC.

Q3G2322B5kh

Conclusão

 

 

Motherboard bastante boa , com funcionalidades que serão apenas utilizadas por alguns, mas lá está , o publico alvo será outro.

Excelente qualidade de componentes e PCB.

Limitada apenas a 4 slots DDR4 é uma desvantagem a futuros upgrades de memória.
Não contem os RGB em excesso que agora está muito na moda, apenas um simples RGB em torno do chipset , para alguns pode ser um ponto negativo.
Tem um preço médio de 420€ , havendo no mercado outros modelos bem mais baratos e certamente capazes da mesma performance e overclocks diários.

É um modelo mais difícil de encontrar em qualquer loja ( nem todas as lojas têm este produto disponível) , penso que seja pelo motivo de não ser uma motherboard que todos a queiram comprar.

Em resumo podemos dizer que esta plataforma X299 da Intel é bastante boa e equilibrada.
Bom suporte de memorias DDR4 a altas velocidades, Processadores de 4 a 18 Cores onde muitos deles capazes de clocks em torno dos 5Ghz em todos os cores.

Em comparação com os Ryzen 7, 1700/1800 que são os modelos com igualmente 8 cores, esta plataforma é mais cara.
O CPU é mais caro face a um R7 1700X ou 1800X.

Uma motherboard X299 também ela mais cara que uma X370, não vamos comprar com B350 porque são categorias diferentes , e o uso de quad-channel duplica o preço no que toca a memorias DDR4.

Tem melhor performance geral, o IPC é superior e a capacidade de Overclock também superior, não esquecer o suporte de velocidades DDR4 , uma vez que nos AMD Ryzen ainda está um pouco “verde” e difícil de atingir velocidade muito altas.
Poderíamos comparar com a plataforma AMD X399 Threadriper e o TR 1900X, os preços já seriam bastante equilibrados, mas não tivemos oportunidade de testar um 1900X para comparar.( fica para uma próxima, e certamente será actualizado )

Comentários