Review: AVELL Titanium G1513 Fire V3 Special Edition

prg

Ora viva a todos os leitores JotaReviews!

Conforme o nosso projecto vai avançando, vamos prestando atenção a diversos detalhes, e um deles é que possuímos diversos seguidores de nacionalidade brasileira. Como tal, e acreditando que tanto Brasil como Portugal merecem o mesmo nível de destaque, desta vez a nossa análise é focada num produto de origem brasileira, que certamente interessará não só aos nossos leitores desse país, como a todos os amantes da tecnologia.

Sinopse:

Desempenho bruto e mobilidade sempre foram conceitos que à partida se distanciam um do outro por óbvios motivos, tornando difícil a harmonização em computadores portáteis. Hardware poderoso por norma envolve alta demanda energética em refrigeração de qualidade. Mobilidade por seu lado, requer baixo peso e dimensões, aliadas a longevidade da fonte de energia.

O segmento de portáteis de alto desempenho recebe ano após ano uma demanda cada vez maior, e são diversas as marcas que têm investido no desenvolvimento de variadas linhas de produtos que visam entregar o máximo de performance, sacrificando o mínimo de portabilidade.

Dentro desse conceito, a Avell, marca do produto que iremos analisar hoje, dispõe de vasta gama de produtos anunciados como sendo de alto desempenho, sendo que hoje as atenções da JotaReviews se irão centrar sobre um dos modelos mais recentes no portefólio da marca, de modo a entender se entrega o que promete, e se é competitiva dentro do mercado em que está inserida.

Background da marca:

Com sede em Joinville, no estado de Santa Catarina, a AVELL opera exclusivamente no mercado de computadores portáteis, sendo que após considerável crescimento, em 2014 expandiu as suas operações para o mercado norte americano.

Mais detalhes sobre a marca aqui.

Equipamento em análise:

O equipamento em análise hoje, é o modelo Titanium G1513 Fire V3 “Edição Especial” (Edição com SSD M.2 de 512Gb de origem). Não se tratando de modo algum do topo de gama da marca, está longe de ser um portátil de entrada, possuindo boas características que à partida devem permitir um bom rendimento no que toca não só a performance, como refrigeração, e em teoria, autonomia.

Especificações base:

Descrição Física – 38.9cm (L) x 26.8cm (P) x 3.5cm (A)
– Peso: 2.70Kg
– Cor: Preto
– Imagens meramente ilustrativas
Chipset – Chipset Intel® HM170
Memória – 2 SODIMM Slots
– Suporte para Dual-Channel
– Tipo de memória: DDR4 2133MHz
– Expansível até 32 GB
Hard Disk (HD) – 1 Slot com suporte para 2.5” HDD/SSD
– Suporte SATAe M.2
– Suporte para SSD
– Suporte para SSHD
Ecrã (LCD) – 15.6” Full HD 16:9 Wide screen (1920x1080p) LED-Backlit Display com IPS
Áudio – High Definition Audio Interface
– Microfone Integrado
– Saída de Fone de Ouvido
– Suporte padrão Azalia
– Suporte para Modo D3
Comunicação – Gigabit Ethernet LAN
Teclado – Teclado retroilumunado (Iluminação Vermelha)
– Teclado numérico integrado
– W/A/S/D com teclas gaming
– Padrão ABNT2
Mouse – Touch Pad com função multi-toques e scrolling
Entradas/Saídas – USB 2.0 x 2
– USB 3.0 x 2 (1 powered USB porta, AC/DC)
– USB 3.0 x 1 (Type C)
– Entrada Microfone x 1
– Entrada Fone de Ouvido x 1
– Entrada DC x 1
– RJ-45 x 1 (LAN)
– HDMI x 1
Slots – Leitor de cartão 4 em 1 – (SD/SDHC/SDXC/MMC)
Adaptador de Energia – Universal AC-in 100~240V, 50~60Hz
– 150W com 19V, 7.89A DC
– 3 pin 240V AC cabo
Bateria – 6 células Smart 4400mh Lithium-Ion
Webcam – Integrada: 1.0 megapixel HD
Pasta Térmica – Artic Silver 5 thermal
Garantia – Garantia de 3 anos em mão de obra e de 1 ano em peças.

 

É interessante o detalhe facultado pela AVELL no que toca ao composto térmico utilizado no produto, pois a Artic Silver 5 é um composto com provas dadas no que toca a desempenho e durabilidade. Tendo em conta que se trata de um portátil, qualquer vantagem a nível de refrigeração é extremamente bem vinda.

Os modelos da AVELL possibilitam a configuração a partir de um modelo base no site. O nosso modelo foi equipado com um SSD de 512Gb (Modelo Sandisk X400 M.2), um disco híbrido Seagate de 1Tb, e 16Gb de memória Kingston HyperX DDR4 a 2133Mhz (2x8Gb). O processador é um Intel i5-6300HQ acompanhado por uma placa gráfica Nvidia GTX 960m de 4Gb DDR5 de VRAM dedicados.

Embalagem e conteúdo:

A expedição do produto é feita com duas espumas de alta densidade que cobrem por completo as laterais da embalagem, e as suas dimensões são de tal forma grandes que garantem que durante o transporte, não existirão quaisquer tipos de impacto no produto.

IMG_0653 (Custom)

A palavra de ordem da AVELL é performance, e a marca esforça-se para deixar isso bem claro na embalagem do seu produto.

IMG_0654 (Custom)

No interior o portátil vem seguro, sem folga para movimentação durante o transporte, sendo que para retirar o mesmo da caixa sem forçar, é necessária uma movimentação específica de trás para a frente, uma vez que o portátil está fixo sob uma patilha de cartão. Nada a dizer contra este tipo de acondicionamento. Seria necessário um descuido extremo da parte dos serviços de transporte para que algo acontecesse ao equipamento.

IMG_0655 (Custom)

Na parte inferior da embalagem são enviados carregador, cabos de alimentação, bateria, manuais, e adesivos decorativos (para aqueles que pretendem swag ao extremo no seu portátil). É ainda fornecido um pano e spray de limpeza para a tela.

IMG_0659 (Custom)

A AVELL disponibiliza cabos de alimentação em dois padrões diferentes, é um bom toque da marca.

IMG_0657 (Custom)

O carregador é fabricado pela FSP, quinto maior fornecedor de fontes de alimentação no mundo (OEM de conhecidas marcas como Zalman, OCZ, Sharkoon, Antec, entre outras), e debita um máximo de 150W.

O portátil:

Ao retirar o equipamento do revestimento, observamos que o mesmo vem com plástico protector anti risco sobre o mesmo.

IMG_0660 (Custom)

Para nossa surpresa, identificámos um corpo estranho sob o plástico, em contacto com o tampo do portátil. Inicialmente receámos que o mesmo pudesse estar danificado a nível estético.

IMG_0662 (Custom)

Felizmente não existiam danos no equipamento, ao retirar o plástico protector, constatámos que o corpo estranho era de natureza suave, como se fosse detrito de limpeza. Toda essa sujidade saiu ao retirar o plástico aderente, deixando o equipamento impecável.

IMG_0675 (Custom)

Quem pesquisar sobre a AVELL, vai encontrar informação que a marca utiliza barebones Clevo nos seus equipamentos. Porém quando recebemos a máquina e pesquisámos sobre o barebone, não conseguimos encontrar qualquer referência na Clevo a respeito deste barebone. Quando contactado, o departamento comercial da marca reportou que no caso deste modelo, o barebone é exclusivo da AVELL.

IMG_0663 (Custom)

O Titanium G1513 Fire V3 possui corpo em plástico composto de uma liga de PC+ABS (Policarbonato e Acrilonitrila Butadieno Estireno para quem quiser o nome completo!), o que lhe confere extrema resistência e dureza. É texturizado e tem muito bom acabamento. Este tipo de termoplásticos é utilizado por exemplo, em capacetes de segurança, o que significa que resistência a desgaste é algo que deve estar certamente assegurado. O tampo da tela é de alumínio com boa sensação ao toque, também com acabamento preto.

IMG_0664 (Custom)

IMG_0665 (Custom)

Ao abrir o portátil, encontramos o mesmo protegido por um TNT com informação de que o material não é indicado para limpeza.

IMG_0666 (Custom)

IMG_0668 (Custom) IMG_0669 (Custom)

Retirada a protecção, podemos observar em maior detalhe o portátil. Equipado com um teclado chiclet retro iluminado em vermelho (com teclado numérico), e dotado de um touchpad de proporções generosas, o portátil tem tudo para conferir uma boa experiência ao utilizador. Além do adesivo que identifica o portátil como pertencendo à linha gaming da AVELL à esquerda, e adesivos referentes aos componentes presentes no portátil (processador Intel, gráfica Nvidia e memórias Kingston), a AVELL esforça-se  por focar a orientação gaming do portátil ao evidenciar a vermelho as teclas WASD, características de movimentação em jogos, especialmente shooters na primeira pessoa.

IMG_0667 (Custom)

À esquerda do logo AVELL, o botão de Power, e à direita, o botão para disparar ao máximo a refrigeração do portátil. No que toca ao teclado, ficámos felizes em constatar que não afunda ao premirmos as teclas.

IMG_0673 (Custom)

O Titanium G1513 Fire V3 é equipado com uma solução de refrigeração de dois coolers, sendo um dedicado ao CPU e outro à placa gráfica. Na traseira existem duas portas de exaustão de ar quente. Além do sistema de dissipação bem patente, existem ainda duas portas USB 3.0, uma porta USB tipo C, a porta RJ-45 para conexão de rede, uma porta HDMI e o conector para o carregador.

IMG_0670 (Custom)

No lado direito do portátil encontram-se duas portas USB 2.0, a porta de leitura de cartões SD, e os conectores de audio e microfone.

IMG_0672 (Custom)

À esquerda? Nada! Apenas a continuação de um chassis muito robusto, como já dissemos.

IMG_0671 (Custom)

Os detalhes vermelhos na parte frontal do portátil, são na verdade as colunas do mesmo. Em suma, o design do portátil parece remeter-nos para um carro desportivo, quase um Lamborghini Gallardo. É realmente um aspecto atraente, sem ser demasiado exuberante.

IMG_0689 (Custom) IMG_0691 (Custom)

Quando ligado, a iluminação do teclado é muito consistente, sem que se notem fugas de luz ou falta de intensidade em qualquer ponto.

Experiência do usuário:

Neste ponto da nossa análise, pretendemos transmitir algo que gráficos e fotos não conseguem, que é a nossa experiência de uso do equipamento. Sabemos que a experiência de utilização varia de acordo com o utilizador, porém certos pontos são comuns a todos os que fazem uso de um equipamento.

Teclado: Ao utilizarmos o portátil para um teste em word, a experiência foi agradável, boa reacção ao toque, baixo ruído como seria de esperar num teclado de baixo perfil, e sem erros de repetição.

Touchpad: De boas dimensões, boa sensação ao toque. Boa reacção porém caso se pretenda usar os botões, os mesmos respondem melhor nas extremidades inferiores.

Colunas de som: Cumpridoras, sendo os graves praticamente inexistentes (comum em portáteis que não possuem subwoofer integrado). O som não distorce e é limpo. Por vezes o posicionamento frontal atenua um pouco a imersão.

Tela: É o que se espera de um monitor Full HD nesta dimensão, aliado a um painel IPS. A resolução de 1920×1080 em 15.6″ proporciona uma imagem extremamente nítida. Virtude do painel IPS, as cores vibrantes e realistas, e ângulos de visão alargados, proporcionam uma excelente experiência. O facto de ser não reflectivo, e possuir um bom brilho, permite ao usuário utilizar o equipamento ao ar livre sem que a luz natural atrapalhe em demasia.

Conectividade: O adaptador bluetooth integrado permitiu conectividade com diversos dispositivos sem interferências ou conflitos. O adaptador Wireless da Intel AC 7265 Dual Band conseguiu atingir o limite de banda disponibilizado pela nossa conexão de internet (downloads de 6Mb por segundo) sem quebras de sinal ou reduções abruptas.

Bateria: Para tentarmos reproduzir de forma fiel o consumo de bateria, realizámos um carregamento completo à mesma, e procedemos a utilizar o portátil para visitar fóruns de informática, ver vídeos no Youtube. Foi seleccionado o modo de economia de energia, tendo atingido 3:09 horas de utilização até que o portátil solicitasse ser carregado.

Testes de performance:

Tendo em conta que este equipamento é fornecido como um portátil de alto desempenho para gaming, realizamos alguns benchmarks para verificar a viabilidade de correr jogos recentes no mesmo. Para uma experiência gaming minimamente aceitável, pretende-se que um jogo esteja sempre acima de 30 frames por segundo, sendo que o cenário ideal seria sempre 60 ou mais frames. Tratando-se de um equipamento portátil, sabemos que algumas concessões necessitam ser feitas para atingir um bom nível de jogabilidade. Foram testados dois jogos (um DX12 e um DX11).

Em função de estarmos perante uma tela de apenas 15.6″ mas com resolução Full HD, optámos nos testes por desactivar Anti-Aliasing para melhorar a performance, similar ao que faríamos se estivéssemos perante um desktop equipado com uma GTX 950 por exemplo. Os PPIs do monitor numa dimensão reduzida permitiram uma imagem nítida sem que seja necessário recorrer a AA.

Resultado Rise of the Tomb Raider (DX12), em preset médio de detalhes: FPS médios de 39.74, com mínimos de 31. Utilizando um preset médio, conseguimos um excelente resultado. Leva-nos a crer que caso o utilizador não se importe de ficar mais perto dos 30 fps, poderá ainda aumentar uma ou outra opção gráfica.

Resultado Far Cry Primal (DX11), em preset normal de detalhes (com texturas HD ligadas): FPS médios de 36. Tendo em conta a boa optimização deste jogo, corremos novamente o benchmark em High e conseguimos ainda assim um valor de 31 fps médios, com mínimos de 29fps.

Teste térmico:

Para teste térmico, foi realizado um teste de stress no CPU utilizando o CPU-Z e um teste de stress no GPU utilizando o Furmark. O sistema de refrigeração do portátil foi deixado em automático.

Após 30 minutos de teste no CPU-Z, a temperatura máxima do CPU foi de 62º, sem que o cooler se tivesse tornado demasiadamente incomodativo para uso. No caso do GPU, após o teste de stress 1080p do mesmo, foi atingida a temperatura máxima de 66º, com o cooler do GPU a se tornar perfeitamente audível, porém nunca atingindo mais que 60% da sua rotação. Leva-nos a crer que talvez seja possível incrementar os Mhz do GPU um pouco de modo a ter melhor performance. De salientar que estas temperaturas foram alcançadas sem utilizar o turbo cooling (botão existente no portátil).

Armazenamento:

Conforme informamos anteriormente, este modelo veio equipado com um SSD M.2 de 512Gb e um SSHD de 1Tb. O SSD presente no sistema é um Sandisk X400, que não sendo nenhum campeão de performance, desempenha de forma competente a sua função. Como a maior percepção que um usuário de um SSD tem, é no acesso instantâneo a arquivos, o X400 vai conferir uma experiência perfeita a nível de uso diário. O Seagate SSHD de 1Tb, tratando-se de uma opção primariamente para armazenamento, atende sem problemas.

Custo/benefício, e conclusão:

Esta é a parte mais ingrata da nossa análise. Tratando-se de um produto vendido no mercado brasileiro, o mesmo está sujeito a pesadas tributações, custos logísticos acrescidos, variações cambiais, entre outros causais de inflação do preço final. Se desconsideramos o factor mobilidade, é certo que pelo preço deste equipamento, se monta um desktop com performance gráfica superior. Porém, por norma esse é sempre o caso do comparativo desktop/laptop, e a verdade é que os portáteis continuam a ser a escolha de imensos utilizadores em função da mobilidade.

A AVELL mostra-se bem posicionada a nível de preço e qualidade em relação aos seus concorrentes, sejam eles de marcas de renome mundiais, ou revendedoras de barebones modificados, porém não chega a ser aquela diferença de preço que faria um potencial comprador optar sem pensar duas vezes na decisão.

A marca possui um excelente serviço de acompanhamento de vendas, transparência na informação sobre o produto (não tivemos qualquer dificuldade em saber de antemão quaisquer informações sobre o produto que não estivessem no site, tendo o departamento de vendas da AVELL sido extremamente prestativo).

O pós venda é reconhecido em larga escala pelos detentores destes equipamentos como sendo extremamente atencioso e capaz, porém um novo comprador sem conhecimento de causa, caso não consiga encontrar esse feedback online. Estes diferenciais aliados ao preço praticado, seriam suficientes para convencer um comprador exigente, porém o pós venda é um valor agregado do produto que normalmente só é reconhecido por quem já possui o equipamento, sendo difícil para um potencial comprador desinformado mapear convenientemente esse benefício.

A nível de performance, o equipamento comporta-se sensivelmente como um desktop equipado com a mais recente tecnologia, e performance gráfica equiparável a uma GTX 750 Ti, o que é considerável para uma plataforma móvel nesta faixa de preço (valores no site da AVELL). A concorrência possui alguns modelos interessantes, mas por norma um pouco mais caros e de especificações mais reduzidas em um ou outro ponto). O preço competitivo no segmento (dentro do que é o mercado brasileiro), excelente qualidade no produto, e bom atendimento, fazem do Titanum G1513 Fire V3 (AVELL, talvez encurtar a nomenclatura seja boa ideia, o nosso modelo ainda tinha o “Edição Especial”!!!) um sério candidato a receber o award de ouro da JotaReviews… Porém, o susto pelo qual passámos com os detritos encontrados no plástico anti risco, fazem com que tenhamos que subtrair alguma pontuação, apesar de estarmos certos que quando a marca se inteirar do sucedido, à maneira do que aconteceu durante todo o processo de aquisição do equipamento, tomará medidas para que tal não suceda de novo, melhorando ainda mais a sua imagem. Recebe portanto o award:

Silver

Avaliação:
Desempenho
8
Design
8.5
Refrigeração
8.5
Relação Preço/Performance
7.5
Embalagem
5
COMPARTILHE
Filipe Martins
Oriundo de Olhão, mas tendo vivido a maior parte da sua vida em Leiria, Filipe Martins está ligado ao ramo da informática desde o início da sua carreira profissional. Hoje radicado em Minas Gerais, Brasil, mantém-se ligado ao mundo da tecnologia através das suas participações em fóruns da especialidade tanto portugueses como brasileiros, sendo conhecido pelo nickname SleepyFilipy. Integrou-se na equipa JotaReviews em Junho de 2016.