Review: Cooler Master MasterNotepal Maker

Clica para discutir no Forum JotaReviews

.

Introdução

A Cooler Master dispensa apresentações, sendo uma das marcas mais conhecidas em todo o mundo e que já à vários anos que oferece várias soluções de refrigeração, caixas e fontes de alimentação.

Neste artigo faremos análise à mais recente base lançada pela Cooler Master, MasterNotepal Maker, base que suporta portáteis até 17 polegadas e que tem um custo a rondar os 60€, certamente que este produto fará a diferença nestes dias de maior calor.

Desde já o nosso agradecimento à Cooler Master Portugal por nos ter disponibilizado este exemplar para análise.

.

Embalagem

A embalagem deste produto é feita de cartão, onde estão disponíveis algumas das informações mais relevantes sobre a base, desde o respectivo nome, às dimensões da base e até que medidas de portáteis suporta.

Na zona frontal da embalagem encontra-se uma imagem ilustrativa da base vista de dois ângulos e o nome da mesma, sendo que fazem referência à dimensão de portáteis suportados que é de 17 polegadas.

Na parte traseira da caixa encontra-se uma outra imagem ilustrativa do produto e ainda todas as especificações da base.

Nas suas laterais segue a mesma linha que a zona frontal e traseira, mostrando algumas imagens do produto e fazendo referência a algumas características.

.

Em Detalhe

Sem duvida que a MasterNotepal Maker se irá destacar das restantes bases presentes no mercado, sendo que a base tem um design bastante elegante e os materiais usados são o alumínio, plástico e malha metálica que lhe garantem uma excelente qualidade de construção e resistência. A base não é das mais leves devido aos materiais utilizados, tem um peso de 1.27Kg, mas é compreensível devido aos materiais utilizados.

A base tem as seguintes dimensões 384 x 270 x 59,6mm, o que a torna numa excelente opção para portáteis até 17″, sendo que dispõe de várias borrachas para que o portátil não escorregue da base.

Nesta base estão incluídas duas ventoinhas de 80mm PWM que podem ser totalmente ajustáveis conforme as necessidades do portátil, que torna esta base numa das melhores opções a ter em conta, por vezes os resultados na utilização de bases não são notórios porque as ventoinhas não estão posicionadas devidamente para o modelo de portátil em questão. As ventoinhas funcionam a uma velocidade máxima de 2000rpm, têm um airflow de 15.42 CFM e fazem um ruído máximo de 27.24dBa, na nossa utilização verificamos que as ventoinhas são super silenciosas devido a serem PWM e se ajustarem automaticamente conforme as temperaturas.

main4

A zona inferior da base é feita em plástico, sendo que é possível ajustar a altura do portátil de forma a que fique mais cómoda a utilização, além disto a base também inclui um Hub com entradas USB para aqueles que tenham falta delas nos seus portáteis, sendo que estão disponíveis uma entrada USB 3.0, três entradas USB 2.0 e uma USB 2.0 Output. A base também pode ser utilizada sem essa parte de baixo feita em plástico que a torna mais leve e compacta, apenas perdendo a possibilidade de ajustar a altura. O Hub também pode ser utilizado à parte, sendo um aspecto extra deste produto.

.

Especificações

A B +
1 Modelo MNZ-SMTE-20FY-R1
2 Cores Cinzento / Preto
3 Materiais Aluminium, plástico e metal mesh
4Peso 1.27kg
5Dimensões 384.6 x 270 x 59.6mm
6Dimensão das ventoinhas 80 x 80 x10 mm x 2 
7Velocidade das ventoinhas 2000 rpm ± 15% rpm
8AirFlow 15.42 C FM x 2
9Pressão Estática0.85 mmH2O x 2
10Nível de Ruído 27.24 dBA
11Power USB 5V DC
12CabosUSB3.0 TYPE A to USB 3.0 Micro b
13USB HUBUSB 3.0 x1, USB 2.0 x3, USB 2.0 x1 (output) USB 3.0 Micro b x 1 (power supply and data transmission) USB 2.0 Micro b x1 (external power)
14AcessóriosRubber strip Rubber Hub sleeve Dual laptop Knobs (long and short) Detachable Station
15CompatibilidadeUp to 17” laptops, tablets
+

.

Testes

Para efectuarmos os testes à base, foi utilizado o portátil LeNovo B50-10 com 15.6″, que além de não ser um portátil de alto desempenho dá para tirar excelentes conclusões em relação à capacidade de arrefecimento desta base.

Primeiro teste que efectuamos foi na utilização diária do equipamento, jogos de Facebook, vídeos no Youtube, navegação na Internet, processamento de texto, etc.

UTPADRAO

UTGAMING

De forma a colocar o sistema na carga máxima corremos o Benchmark Cinebench e os resultados foram os seguintes:

CINBENCH

Por fim corremos 10 minutos de Aida64 como já é costume nos nossos testes a produtos de arrefecimento e os resultados obtidos foram os seguintes:

AIDA

Como podemos verificar em todos os testes efectuados a diferença ronda os 10ºC entre utilizar ou não utilizar a base, sem duvida alguma que são excelentes resultados e torna a utilização do portátil muito mais cómoda, além de não se sentir os plásticos do portátil aquecer fica muito mais confortável a utilização do equipamento.

.

Pontos Positivos:

Design;
Versatilidade;
Possibilidade de usar o Hub na base ou sem a base;
Ergonomia;
Organizador e cabos;
Silenciosa;
Facilidade de ajustar a disposição das ventoinhas;

Pontos menos Positivos: 

Apesar da qualidade do material, o peso é ainda um aspecto a melhorar;

Avaliação:
Design
10
Qualidade de Construção
10
Acessórios/Características
9
Performance
9.5
Custo/Benefício
9
COMPARTILHE
João Teixeira
João Teixeira é da cidade do Porto e começou cedo a envolver-se com o mundo da informática e desde então nunca mais a largou. No universo da internet é conhecido como jotinha17, nickname que já o acompanha há vários anos de vários foruns de tecnologia. Fundou o JotaReviews em 2015 no Blogger, passando para o Sapo e acabando no site atual. O João é um dos administradores da equipa JotaReviews.