Review: Meizu M2 Note Versão Internacional

Introdução

A Meizu é uma empresa de electrónica chinesa fundada em 2003, onde começaram com produtos como leitores de MP3 e MP4 , e que em 2008 mudaram o seu foco para Smartphones.
Hoje, falaremos do Meizu M2 Note, provavelmente um dos equipamentos com mais sucesso e popular da marca, um Smartphone de gama média.
O Meizu M2 Note pode ser adquirido por um a preço de 180€.

Embalagem e Conteúdo

A embalagem do Meizu M2 Note, é bastante elegante com detalhes muito interessantes, estando ao nível das caixas dos topo de gama, onde apresenta as cores da marca, o branco e o azul claro, o seu conteúdo vem tudo muito bem arrumado e organizado.

Na parte frontal da caixa apresenta apenas o modelo do equipamento “m2 note FHD” com o retoque mais uma vez com as cores da marca o que torna a parte frontal simples e elegante ao mesmo tempo.

Na parte traseira apresenta as especificações do produto em Inglês.

Ao abrir a embalagem, vemos imediatamente o Smartphone e ao seu lado uma ferramenta para abrir a gaveta dos cartões.

Na embalagem, também vamos encontrar os manuais de instruções em inglês e em chinês, um cabo de dados e por ultimo o transformador de 2 Amperes, com uma especial atenção ao cabo de dados e o transformador que são muito idênticos ao iphone da marca da maçã.

Em Detalhe

À primeira vista, este Meizu m2 note tem muitas parecenças, na parte frontal vemos semelhanças com os Galaxys da marca Samsung e na parte traseira com os iphones, a nível de construção o Meizu está muito bem construído, apesar de ser todo revestido de plástico, é um plástico bastante robusto, sem folgas, ou aqueles rangeres que por vezes vemos em materiais construídos em plástico, neste caso não, tudo muito solido e robusto.

Na parte frontal temos um ecrã de 5.5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080) com uma densidade de 403 pixéis por polegada com a tecnologia IGZO, uma câmara frontal de 5MP, o altifalante acompanhado com um led de notificações e um botão na parte inferior que funciona como “Home” e “retroceder”.

Na sua lateral direita, temos a gaveta de cartões SIM e o cartão SD.

Já na sua lateral esquerda, temos os botões do Power e do volume.

Na zona superior observamos a entrada de jack 3.5mm e um segundo microfone de cancelamento de ruído.

Já na sua zona inferior, temos o microfone principal, a entrada de micro USB para carregamentos ou transferências de dados e a coluna de som, que apesar de não ter um som alto, tem boa nitidez e não distorce, a posição da coluna é que poderia ser diferente, visto que aonde se localiza tapamos facilmente com o dedo principalmente quando estamos a jogar.

No que toca à sua parte traseira, temos a câmara principal de 13MP com abertura frontal de 2.2 com autofocus e dois led flashes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ecrã

Quando falamos em ecrã, este Meizu M2 Note não nos desiludiu em nenhum ponto, com a sua resolução Full HD e tecnologia IGZO IPS, fornece – nos boas cores, contraste boa nitidez e excelentes angulos de visão com um consumo reduzido de energia, o ecrã vem protegido com a proteção Asahi Dragontrail Glass, ou seja, este ecrã Full HD impressiou me bastante nesta gama de preços.

Bateria

No que toca em bateria, o Meizu vem equipado com uma bateria não removível de 3100mAh, o que nos dá uma utilização sem problemas para um dia/dia e meio de uso com uso moderado, com um uso mais intensivo do equipamento conseguimos um dia de utilização.

Câmara

Quando falamos sobre as câmaras, as mesmas são satisfatória, ou seja, é dentro do que se espera nesta gama de preços. Em funcionalidades, a aplicação da câmara do m2 note é muito completa, arrisco a dizer que é mais completa do que smartphones de gama superior.

A câmara principal vem equipada com sensor de 13MP da Samsung, com Flsah LED de dois tons e grava vídeos a 1080p a 30fps, a camara frontal é de 5MP igualmente com sensor Samsung e é capaz também de realizar vídeos em 1080p.

A aplicação da câmara tem os modos de Automático, Manual, Beleza, Panorama, Campo de luz, Procurar (captura de códigos), câmara lenta e ainda capacidade para HDR. No modo Manual, destacamos a disponibilidade de foco manual, que é algo raro nos smartphones. No modo manual, existe poucos parâmetros a configurar.

Interface

A interface do Meizu M2 Note, é a chamada Flyme, um sistema operativo que é baseado no android Lollipop 5.1 da Google, com varias modificações, a primeira modificação que vemos logo em 1º plano é a falta da gaveta de aplicações, temos que organizar as nossas aplicações em pastas.

No que toca em fluidez, o Flyme é bastante fluido e até me agradou bastante em utilizar, a nível de funções o Flyme vem recheada de funcionalidades:

Desbloqueio por Gestos: estando o ecrã bloqueado e desligado, podemos realizar vários movimentos e desencadear varias ações. Os movimentos são o duplo toque (Que liga o ecrã), deslizar para cima (desbloqueia o smartphone), deslizar para baixo (mostra as notificações), desliza horizontal (alterna as musicas), e por ultimo um conjunto de gestos onde desenhamos as letras c, e, m, o, s, v, w e z, onde escolhemos a aplicação a abrir em cada letra.

SmartTouch: é um botão que é surgido no ecrã em qualquer parte, onde podemos realizar funções de movimento, reconhece ações de clique, duplo clique, clique longo, movimento vertical e horizontal. Podemos configurar a gostos a funcionalidade.

Desempenho

O desempenho do Meizu M2 Note ao considerar a gama e o preço é muito bom, as aplicações abertas em segundo plano não mostrou ser um problema para este Smartphone, o seu nucleo de 8 nucleo e os seus 2GB de RAM são essenciais e visivelmente bem geridos, onde não existe problemas de má gestão de memória que causa lentidão no sistema.

O Meizu corre a maioria das aplicações na “Play Store” sem problemas, em relação a jogos, como Asphalt 8 e Real racing 3 reparamos em alguns cortes de fps durante a jogabilidade mas nada que nao torne a jogabilidade impossivél.
Foram realizados alguns benchmarks no Meizu M2 Note:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conclusão

Em suma, este Meizu M2 Note mostrou – se ser um produto muito interessante, mostrando que é possivél criar um excelente smartphone com bom hardware a um preço muito interessante. Na qualidade de construção é também um ponto positivo, apesar de ser todo revestido de plástico, esta bem construido e o plástico é de boa qualidade.
O desempenho no geral é bom e os 3100mAh dá uma autonomia de 1 dia com uso intensivo afastado das tomadas.

Clica para discutir no Forum JotaReviews