Review: Ozone Rage Z50 Glow

Clica para discutir no Forum JotaReviews

capaozonefinal

Introdução

A OZONE GAMING é uma marca sediada em Espanha, e fundada em 2009. A OZONE fabrica todo o tipo de periféricos gaming, como teclados, ratos, headsets, tapetes, etc. A marca tem uma forte aposta no mercado nacional, sendo que os seus periféricos são muito fáceis de encontrar em qualquer loja, sempre a preços muito competitivos.

Hoje vamos testar os seus mais recentes headsets, o RAGE Z50 de cor laranja. Existem ainda outras outras cores (conforme a capa da nossa review), ao PVP de cerca de 50€. Os RAGE Z50 prometem ser a tua maior arma em qualquer ambiente de jogo.

A Série Rage tornou-se um dos produtos mais populares da história da Ozone. Um design agressivo com o desempenho profissional aclamado por milhares de jogadores em todo o mundo. Um design único, recursos novos e aprimorados com materiais de alta qualidade para trazer-lhe exatamente o que você precisa.

.

Embalagem e Conteúdo

Quando adquirimos um produto todos os detalhes contam e esta embalagem foi uma surpresa quando a recebi, é robusta e conta as cores do Headset ( preto e laranja ), permitindo ainda ver o produto através do lado direito.

Na frente da caixa temos uma imagem do produto, indicação do modelo e ainda destaque para o seu microfone, qualidade assegurada dos materiais e qualidade de som.

Olhando para a outra lateral encontra-se uma outra imagem do produto mas de outro ângulo e ainda a designação do mesmo com as respetivas cores já referidas.

Na parte de trás apresenta uma outra imagem do Headset mas toda ela legendada de forma a deixar clara a qualidade e o que podemos contar deles. Além disto ainda apresenta a compatibilidade e as especificações.

Já na parte de baixo da embalagem a Ozone deixou uma pequena frase em várias línguas, estando o português presente.
“Headset estéreo de alta qualidade compatível com smartphone, tablets, consolas e PCs. Design ergonómico, construído com materiais robustos e de baixo peso. Microfone retráctil incorporado com função automática”.

.

Abrir esta caixa sem a rasgar para se chegar ao produto não se mostrou uma tarefa fácil, mas isso é a prova de que o produto vem muito bem embalado e protegido.

Após se remover a caixa de cartão, ficamos apenas com uma embalagem de plástico, sendo que dentro da caixa contém uma outra embalagem de cartão que apenas cobre metade do Headset, de forma a que o outro lado fique visível como já foi referido.

Dentro dessa pequena caixa de cartão estão incluídos os fones, um manual de instruções bem simplificado e ainda o cabo de 1,2m e com duas pontas Jack 3.5m sendo uma delas para o som e outra para o microfone.

.

Em Detalhe

Como está escrito no título e como se pode ver na caixa os headsets têm uma combinação de cores laranja e preta. Fiquei muito surpreendido com a robustez dos mesmos, notando-se claramente que são feitos com materiais de boa qualidade e para durar, contudo é preciso algum cuidado quando os aplicamos na cabeça, pois não têm muita flexibilidade.

As almofadas de couro macio são bastantes confortáveis e também aparentam ter qualidade, sendo que isolam bem o som, além que o formato das mesmas não é o mais confortável.

O microfone é retráctil, podendo ser “arrumado” dentro dos headsets em caso de não utilização, ficando automaticamente desligado.

Como já é normal em maior parte dos headsets, são completamente ajustáveis para que se tornem confortáveis, tendo um reforço em alumínio que lhes garante uma maior durabilidade, conforme apresentado nas imagens.

Apesar deste modelo possuir uma “rede”, não se deixem enganar, os headsets são completamente fechados e isolam muito bem o som de modo a criar uma maior imersão no ambiente de jogo.

O cabo, não possuindo sleeving, é de boa qualidade, acredito que não será fácil traçar o mesmo. De destacar que os headsets são compatíveis com as consolas, tablets, smartphones e computadores.

.

Especificações

A B +
1 Modelo Rage Z50
2 Som Estéreo
3 Impedância 32Ω
4Resposta de Frequência20Hz-20KHz
5DimensõesΦ40mm
6Entrada máxima20mW
7Comprimento do cabo1.2 metros
8Conexãojack 3.5mm
9Peso350 gr
+

A B +
1 Microfone
2 Impedância ≤2.2 KΩ
3 Sensibilidade -38±3dB
4DirectividadeOmnidireccional
5Dimensões4.0x1.5mm
+

.

Conforto

Não há muito a dizer quanto ao conforto, são muito semelhantes aos anteriores modelos Rage da Ozone, os headsets tendo as “almofadas” feitas de vinil macio tornam-se muito confortáveis, contudo podem aquecer um pouco as orelhas quando usados em longas sessões de jogo, nada que um descanso não resolva.

.

Microfone

O microfone é ajustável, quando o removemos do Headset o mesmo fica imediatamente ativo e quando o voltamos a “arrumar” automaticamente desativado.

A qualidade do microfone é o esperado num produto desta faixa de preço, com um som bastante limpo de forma a que possamos ser ouvidos da melhor forma possível.

Também é possível usar os headsets para fazeres as tuas chamadas pelo teu smartphone, por exemplo.

.

Qualidade de som

Os Ozone Rage Z50 são uns headsets estéreo, sendo que oferece baixas, médias e altas frequências de som.

Durante as sessões de jogo na beta do Battlefield 1 deu para perceber claramente o bom posicionamento do som, ficando claro de onde vinham os passos e criou uma excelente imersão na experiência, parecendo que estávamos dentro do campo de batalha.

No geral cumprem na perfeição o que se espera num Headset para gaming com um custo médio de 50€. Certamente será uma excelente arma para as longas sessões de jogo.

.

Aspetos Positivos

Qualidade de construção;
Várias cores disponíveis;
Microfone retráctil;
Compatível com vários equipamentos ( Consolas, PC, Tablet, Smartphone, etc ).

Aspetos menos Positivos

Preço poderia ser mais competitivo;
Após algumas horas de uso podem ser desconfortáveis.

Avaliação:
Design
8
Qualidade de Construção
8.5
Acessórios/Características
8.5
Qualidade de som
8
Custo/Benefício
8
COMPARTILHE
João Teixeira
João Teixeira é da cidade do Porto e começou cedo a envolver-se com o mundo da informática e desde então nunca mais a largou. No universo da internet é conhecido como jotinha17, nickname que já o acompanha há vários anos de vários foruns de tecnologia. Fundou o JotaReviews em 2015 no Blogger, passando para o Sapo e acabando no site atual. O João é um dos administradores da equipa JotaReviews.