Review: Seagate IronWolf 4TB

capa

Introdução

 

 

A Seagate Technology é um fabricante norte-americano de discos rígidos e unidades de fita, fundada em 1979 e com sede em Scotts Valley, California.

Os seus discos rígidos são usados numa enorme variedade de computadores, desde servidores, desktops e notebooks a outros dispositivos de consumo, tais como PVRs, a consola Xbox da Microsoft e a linha Creative Zen de reprodutores de áudio digital.

A Seagate é uma das maiores fabricantes de discos rígidos do mundo e a mais antiga fabricante independente ainda no negócio.

seagate-logo

Embalagem e Conteúdo

 

 

A embalagem é do mais simples que pode haver, o disco vem dentro de um saco anti-estático que por sua vez vem dentro de uma simples caixa de cartão.

1Q2 (Medium)

É o suficiente mas gostava de ver um pouco mais de proteção, com espuma por exemplo.

Em Detalhe

 

 

A série IronWolf da Seagate foi desenhada para ser usada num ambiente de NAS, de ambiente doméstico ou de pequenos negócios.

A Seagate teve bastante sucesso com os seus discos para o segmento profissional como o Seagate Enterprise e Seagate NAS. Estes novos discos têm características que não desapontam. Desde um sistema de cache com vários níveis, até à mitigação de vibrações rotacionais (apenas no discos de 4, 6, 8 e 10TB), a série IronWolf tem tudo para ser um sucesso.

Esta série conta com discos com as seguintes capacidades: 10TB, 8TB, 7TB, 6TB, 4TB, 3TB, 2TB, 1TB.
Os sensores de vibrações rotativos apenas estão presentes nos discos a partir de 4TB de capacidade.

Estes discos foram aprovados com um carga de trabalho de 180TB/ano, tendo eles uma garantia de 3 anos, podemos ter uma ideia do abuso que estes discos conseguem aguentar.

O preço da versão de 4TB ronda os 145€.

Performance

 

 

Sistema usado para o teste

Processador: Intel i7 3930K 4GHz;
Motherboard: Asus Sabertooth X79;
Memórias: 16GB G.Skill Trident 2400MHz;
Placa Gráfica: AMD RX 480 ;
SSD: Samsung 850 EVO 250GB;
Fonte de alimentação: Seasonic G-750;

Para testes de performance utilizamos o software HD Tune para testar os tempos de acesso ao disco e o Crystal Disk Mark para testar as velocidades de leitura e escrita.
Para um teste mais realista decidimos copiar um ficheiro de vídeo de 8GB do SSD para os dois discos.

Aqui podemos ver o que é que os números dos testes sintéticos querem dizer numa situação que poderemos encontrar no dia-a-dia.

Para termos comparativos foi utilizado um Toshiba de 3TB (DT01ABA300).

Informações de ambos os discos:

1234Tempos de acesso:

12345a

Velocidades:

12345bb

O Seagate tem claramente uma performance superior apesar de ter o mesmo número de rotações por minuto que o Toshiba.

Pontos Positivos:
– Excelente performance para um disco de 5900RPM;
– Firmware/Features especificamente desenhadas para um bom desempenho e fiabilidade;
– Por norma mais barato que outras alternativas da mesma gama.

Pontos Menos Positivos:
– Pouca protecção na embalagem (mas não insuficiente).

Recebe o award:

Comentários

Avaliação:
Features
9
Perfomance
9
Preço
8
COMPARTILHE
Morais
O Ricardo é natural do Porto e sempre teve um interesse pela tecnologia, começando muito cedo com comboios eléctricos. A seguir vieram as consolas, PS1 e 2 mas rapidamente o gosto pelos PC's começou a aparecer e desde então que esse é o principal hobbie. Acompanha o projecto do JotaReviews desde o início contribuindo mais especificamente para a categoria de Som.