Teste ao Ryzen 1600X a 4GHz

O Nosso amigo Darknight resolveu testar a sua mais recente aquisição, um Ryzen 1600X e uma motherboard Asus Strix B350-F.

Ryzen 5 1600X

O Ryzen 5 , já é um CPU com 6 cores físicos e 12 Threads.
Este modelo 1600X conta com 16MB de Cache e de 95W de TDP.

Conta com a tecnologia SMT da AMD, equivalente ao Hyperthreading da Intel, o que simula mais 6 cores fazendo assim no total de 12 Threads com os 6 cores reais.

A nível de concorrência com a intel, este ryzen actualmente ainda não tem concorrência directa, isto porque a intel na plataforma de mainstream não tem CPUs com 6 cores. Apenas na plataforma X299 , com o I7 7800X mas que é um CPU mais caro e como toda a plataforma x299 em geral.

Sendo também este um modelo “X” , conta com o XFR que eleva o clock de um core a valores mais altos. O 1600X vem com clock stock de 3.6Ghz e turbo de 4Ghz podendo subir mais alto consoante a temperatura do mesmo.

Neste caso, o 1600X consegue subir até 4.1Ghz automaticamente com o XFR , num sistema arrefecido a agua por custom loop WC. Realçar que as voltagem que este 1600X usa nesta Asus Strix B350-F , são altas para usar dia a dia em caso de OC.

No modo single core 4.1Ghz a voltagem sobe para 1.51V automaticamente

Overclock

Para fazer os testes , antes foi preciso afinar o overclock a um clock de 4Ghz em todos os núcleos.
Ao contrario do 1300X , o 1600X foi mais difícil estabilizar os 4Ghz em todos os núcleos.
Certamente por serem mais núcleos e com SMT , mas também tem influencia a qualidade do cpu e nunca se sabe o que calha dentro da Box.

Após alguns testes e tentativas, conclui que até à ultima bios disponível para a Strix B350 não é fácil estabilizar as memorias a uma velocidade de 3333mhz, coisa que na MSI Krait B350 por exemplo foi bastante fácil.

Na Strix nem mesmo com voltagens bem mais altas foi possível ter os 3333mhz capazes de correr todos os benchmarks , já os 3200Mhz não teve qualquer problema.
Lembrando que as memorias são B-die , que teoricamente serão as melhores actuais para usar nos ryzens.
Contudo mostra que ainda existem algumas incompatibilidades e “defeitos” entre ryzen/bios/memorias.

Os 4000Mhz foram estabilizados com voltagem de 1.42V , também mais alta que o 1300x que precisava apenas de 1.36V.
A voltagem de 1.42V dia a dia , utilizando arrefecimento adequado e capaz de aguentar o aumento de temperaturas, não tem problema , mas está no “limite” do que se traduz em voltagem máxima recomendada.

Falando um pouco da board Asus Strix B350-F Gaming , tem aqui duas ou três situações que a asus deveria resolver.
Um deles não relacionado directamente com a asus é a situação da compatibilidade das memorias.

Depois existem 2 problemas já conhecidos e relatados á asus, um deles foi corrigido ao que parece nas ultimas versões de bios.

A board simplesmente perdia a conexão da LAN, quase como fosse desactivada na bios, sem razão óbvia e aleatoriamente , este bug na bios 806/809 parece ter sido corrigido.

Outro problema que ainda continua por resolver , é a situação de black screen também ela aleatória. Isso deve-se ao facto que a board entrar em conflito cada vez que é utilizado mais que um software que monitorize temperaturas/voltagens.

Uma situação que aconteceu aqui foi , ter o Hwinfo e o Asuite abertos ao mesmo tempo, sem razão e tanto acontecia passado 5min como passado 1 hora, o Pc simplesmente desligava o monitor não conseguindo fazer Reset ou desligar o PC sem ser forçando em desligar a fonte.

Outro exemplo é utilizar novamente o hwinfo, aisuite, ou outro software idêntico com o uso do Corsair Link.
Usando apenas uma aplicação de cada vez nao tem qualquer problema , a asus já sabe que este conflito existe no entanto ainda nao foi corrigido.

Benchmarks

PC Utilizado:

    • Ryzen 5 1600X @ 4Ghz
    • Asus Strix B350-F Gaming
    • Gskill 2x8Gb DDR4 3200 Cl14
    • Evga GTX 1080 FTW
    • Seasonic 850W

Nos Gráficos vou incluir os resultados obtidos no 1300X a 4Ghz na MSI B350.

Apenas para uma comparação básica de um cpu 4/4 para um 6/12.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Extreme Overlock

Depois de testar isto no uso diário , resolvi tentar subir a fasquia do 1600x.

Extreme Overclock, usando Ln2 ( azoto/ nitrogénio liquido) a temperatura de -196ºC.
Sabia à partida de varias limitações nesta plataforma e desta board.

Os Ryzen embora não tenham coldbug de temperatura no CPU em si, o que inicialmente diria que pode-se usar pot cheio , isto é sem ter que tomar muita atenção se a temperatura está muito negativa ou não.

Mas tem 2 coldbug/coldboot , que limita todo o Overclock.
Tem coldbug de IMC e de PCIE, a temperaturas negativas ou mesmo apenas temperatura inferiores aos 20ºC deixa de ser possível velocidade de memorias mais altas, muitas vezes nem superiores a 2133Mhz.

Para tentar contornar esta limitação do imc, é preciso meter o CPU com temperaturas superiores a -150/-160ºC , valores onde já volta a ser possível utilizar memorias a velocidades de 3200mhz. ( vai sempre depender do cpu em si e da qualidade ou sorte do mesmo).

No entanto tem outro problema que acima d0s -130/-140ºC o PCi-e deixa de trabalhar, ou seja ficamos sem imagem , para tentar contornar este bug, é preciso um aumento de voltagem em certos parâmetros e/ou alteração do blck. ou seja nesta board as voltagens máximas não são suficientes para tentar contornar isso , nem é possível alterar o bclk de 100mhz.

Era preciso uma board X370 com a opção de alterar o base clock e limites de voltagens mais altas.

Por isto neste bundle não foi possível fazer muita coisa, uma vez que as memorias ficando praticamente limitadas as 2400mhz não dá um aumento em benchmarks contra os 3200mhz , e ao tentar contornar isso ficamos sem imagem.

Imagem

Imagem

Imagem

Deixo aqui apenas algumas simples fotos e poucos resultados dentro o que era possível fazer.

Conclusão

Em resumo temos um cpu bastante equilibrado e capaz de correr todos os jogos , aliando os 6 cores que traz vantagem em aplicações de multitasking.

Actualmente pela faixa de preço 220/250€ a intel apenas apresenta versão i5 de 4 núcleos sem HT.

Em jogos a performance entre ambos é similar , no entanto em multitasking o ryzen leva a melhor.

Com o lançamento dos coffee lake as coisas já devem mudar um pouco uma vez que a intel vai oferecer cpus de 6Cores no mainstream.
O overclock continua a ter aquele patamar dos 4ghz , sendo bastante difícil ultrapassar esse valor com arrefecimentos comuns e voltagens recomendadas.

É provável que a versão non-X do 1600 também seja capaz de fazer os 3.9/4.0Ghz diários.
A ASUS Strix B350-F é uma board com o preço mais elevado que muitas outras boards B350 , custa em média 120€ mas não se traduz numa melhoria de desempenho em relação a muitas outras B350 mais baratas.

Actualmente para quem pretende montar um PC de raiz mais virado para jogos e por um preço inferior a uma config intel i5 ou i7 com board Z270 , este ryzen 5 é uma boa aposta.
Bastante equilibrada, e talvez a nível pessoal, a melhor compra a fazer neste momento.

Um agradecimento especial ao nosso amigo Darknight por partilhar o seu conhecimento com a comunidade.

Participa na discussão no nosso fórum!! 

Comentários